Arquivo da tag: Cursos

Captura de Tela 2019-02-19 às 20.56.15

Aeronáutica prepara aquisição de satélite de sensoriamento remoto de alta resolução.

Os membros do Grupo de Trabalho do Projeto Carponis-1 estarão reunidos até quinta-feira, 7, em Brasília, para analisar e definir os principais pontos processo de aquisição do primeiro satélite brasileiro de sensoriamento remoto de alta resolução espacial. Após isso, será enviado um documento com a solicitação de propostas  às empresas interessadas em participar do processo. De acordo como presidente da Comissão de Coordenação de Implantação de Sistemas Espaciais (CCISE), Brigadeiro do Ar José Vagner Vital, a previsão é de que a contratação do projeto, que está na fase de viabilidade (análise das alternativas tecnológicas, benefícios e magnitude dos riscos), ocorra ainda no primeiro semestre deste ano. Antes disso, todos os requisitos definidos pelo Grupo de Trabalho ainda precisam ser aprovados pelo Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER).

Segundo manifestação do Brigadeiro Vital, em nota da CCISE, a expectativa é de que o novo projeto venha a gerar um impacto econômico positivo – atualmente, o Brasil adquire imagens providas por outros países. No entanto, há ainda necessidade de aprovação de orçamento para a contratação. “Essa é uma fase muito importante para o projeto. Depois de definirmos os detalhes do que nós queremos para a solicitação de propostas, tanto tecnicamente, industrialmente, e em relação à logística, treinamento e conteúdo nacional, ficamos aguardando apenas a luz verde do governo em termos de orçamento, e de plano plurianual, para, em um curto espaço de tempo, selecionar a melhor proposta que atenda aos anseios do Brasil”, afirmou o presidente da CCISE.

Carponis-1

O Carponis-1 é o primeiro satélite brasileiro de sensoriamento remoto de alta resolução espacial e faz parte das constelações do Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (PESE), que integra o Programa Espacial Brasileiro. Ele tem capacidade de gerar imagens coloridas com resolução igual a um metro ou menos – ou seja, com mais qualidade, nitidez e precisão, em comparação com as imagens providas pelo satélite sino-brasileiro, o CBERS-4, que pode somente prover imagens em preto e branco com resolução máxima de cinco metros. A previsão é que o novo satélite seja colocado em órbita até 2022.

No âmbito da Defesa e Segurança, o artefato proverá o apoio de inteligência nas operações militares em território nacional e internacional, sobretudo com a identificação e monitoramento constante das áreas utilizadas para práticas ilícitas, como as áreas de fronteira e de alta criminalidade nos grandes centros urbanos. Já como exemplos de utilização por outros órgãos governamentais, destacam-se o monitoramento e a fiscalização mais precisa de áreas de desmatamento, o suporte à produção agrícola e o apoio à fiscalização fundiária. (Com informações da Agência Força Aérea)

Fonte:  – TELETIME News

Share This:

Sub-bacia hidrográfica atingida pelo desastre em Brumadinho

 

Sub-bacia hidrográfica do rio Paraopeba (atingida pela Vale)
A bacia hidrográfica do rio Paraopeba esta situada a sudeste do Estado de Minas Gerais, abrangendo uma área de 13.643 km². O rio tem suas nascentes ao sul do município de Cristiano Otoni e tem como seus principais afluentes os rios Águas Claras, Macaúbas, Betim, Camapuã e Manso. Ele é um dos mais importantes tributários do rio São Francisco, percorrendo aproximadamente 510 km até a sua foz no lago da represa de Três Marias, no município de Felixlândia.

Figura 1: Sub-bacia do rio Paraopeba
Fonte: CIBAPAR, 2009

A bacia do Paraopeba possui uma área que corresponde a 2,5% da área total do Estado de Minas Gerais. Aproximadamente 1,4 milhões de pessoas vivem na bacia, em 48 municípios de paisagens, culturas, economias e realidades sócio-econômicas e ambientais muito diversas. (CIBAPAR, 2009)

http://www.revistaespacios.com/a11v32n04/113204112.html

Cursos de geoprocessamento (Sistemas de Informações Geográficas) com cursos de ArcGis e QGIS para Análise Ambiental, Análise de Riscos para o meio ambiente, Bacias Hidrográficas, Mapeamento e Fotogrametria com Drone, PDI ( Sensoriamento Remoto) Mobilidade Urbana, entre outros. Consulte-nos!

Tels.: 2136893796 / 21988549132 WhatsApp

www.giscursos.com.br (Presenciais)

www.giscursos.com.br/online (Sistema EAD a distância)

Onde Estamos: Rua Conde de Bonfim 120/713 – Tijuca – Rio de Janeiro

Share This:

SPRING

Software do INPE conquista mais de 200 mil usuários

O SPRING, software livre desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), ultrapassou em setembro de 2014 a marca de 200 mil usuários e continua registrando  downloads  para seus interessados.

Destinado a aplicações de sensoriamento remoto e mapeamento, o SPRING é o software livre de informação geográfica mais utilizado no Brasil por pesquisadores e estudantes.  O sistema também é utilizado por milhares de usuários da Colômbia, Estados Unidos, Espanha, Argentina, Portugal, França, México, Peru, Índia, Venezuela, Itália, Chile e Alemanha, entre outros países.

Com funções de processamento de imagens, análise espacial, modelagem numérica de terreno e consulta a bancos de dados espaciais, o SPRING pode ser utilizado em áreas diversas como agricultura, gestão ambiental, estudos de florestas, geografia, geologia, planejamento urbano e regional.

A GISCursos realiza capacitação em SPRING presencial, de Introdução ao Processamento Digital de Imagens (PDI) com prática no software SPRING.

Com introdução teórica breve  e totalmente prática com projetos reais, o curso apresenta as funções de processamento de imagens, análise espacial, modelagem numérica de terreno e consulta a bancos de dados espaciais no software SPRING. Através do ambiente desenvolvido por nossos mestres docentes, o aluno completa as etapas do curso e produz seus próprios produtos cartográficos.

O curso de Introdução ao PDI – Prática com SPRING foi programado para um total de no mínimo 10 horas de estudo, sem contar os acessos aos conteúdos complementares (artigos, tutoriais, webinars, etc.).

Mais informações: www.giscursos.com.br

 

Share This:

mobilidade_urbana

GEOPROCESSAMENTO E MOBILIDADE URBANA

O curso da GISCursos de Geoprocessamento e Mobilidade urbana, visa capacitar os alunos no entendimento da lógica de mobilidade, através da identificação dos elementos relevantes de modo a produzir mapas e relatórios que subsidiem o planejamento e gestão municipal. O curso visa aprofundar o uso de geotecnologias, assim como os conceitos necessários para bem usá-las.

O curso busca fornecer subsídios a estudantes e profissionais das áreas de geografia, planejamento de transporte, engenharia de transporte, cartografia, administração pública, arquitetura, planejamento urbano, segurança pública, ensino, geomarketing, dentre outras.  Veja abaixo do poster o conteúdo programático. Faça sua matricula no site da GISCursos ou neste link: https://goo.gl/XW4QWJ

Curso de Geoporcessamento
Poster Mobilidade Urbana
Conteúdo Programático

- Escolha dos Dados de Infraestrutura de Mobilidade Urbana

  • Dados georreferenciados
  • Dados tabulares
  • Dados primários

- Caminhos e Métodos de Coleta dos dados

  • Fontes e repositórios de dados
  • Procedimentos de coleta

- Tratamento e Análise dos dados

  • Filtrando os dados de interesse
  • Edição gráfica e alfanumérica

- Preparação dos mapas

  • Noções de cartografia temática
  • Combinação de temas
  • Organização dos elementos (Grade, legenda e escala)

- Preparação de relatório

  • Como estruturar relatórios
  • Como fazer a leitura dos mapas e descrevê-los no relatório
  • O que apresentar em tabelas, gráficos e mapas.

 

 

Share This:

Conheça a GISCursos

Curso Introdução ao QGIS

Estão abertas as inscrições para o curso de Q-GIS. Este curso destina-se a um grande universo de áreas de atuação, tais como, ambiente, arquitetura, planejamento, arqueologia, bem como para técnicos da administração pública, de empresas privadas, e estudantes e licenciados .

O curso será nos dias 22,23 e 24 a noite de 18:00 às 21:45.

Investimento: R$450,00

Informações: 21 3689-3796 / 3576-0691 / 988549132 (WhatsUp)

Conteúdo Programático

Quantum GIS 2.8 – Apresentação

Instalação Quantum GIS 2.8

Prática 01 – O ambiente utilizado

Prática 02 – Criação de Projetos

Prática 03 – Aquisição de dados na web

Prática 04 – Trabalhando com dados vetoriais

Prática 04 – Trabalhando com a tabela de atributos

Prática 05 – Trabalhando com dados Raster

Prática 06 – Trabalhando com projeções

Prática 07 – Selecionando feição

Prática 08 – Exportando feição selecionada

Prática 09 – Utilizando a ferramenta de corte

Prática 10 – Utilizando a ferramenta de Buffer

Prática 11 – Cálculo de área

Prática 12 – Cálculo de distância

Share This: