mobile-apps-generic

Coleta de dados em campo com auxílio de dispositivos móveis

A coleta de dados de campo representa, muitas vezes, uma etapa crucial em projetos de pesquisa. Levantamentos, como informações socioeconômicas, caracterizações de uso e cobertura da terra, identificação de infestações de pragas e doenças, entre outros dados, só podem ser obtidos com a ida do pesquisador ou de uma equipe capacitada ao campo, o que implica elevados custos e dispêndio de tempo. A fim de padronizar e agilizar o processo de coleta de dados em campo, muitos utilizam planilhas e questionários preestabelecidos, nos quais os dados de interesse são anotados e, posteriormente, tabulados para uso no projeto. Com o surgimento dos dispositivos móveis, essas ferramentas têm sido empregadas para agilizar o processo de coleta e organização dos dados no campo, além de acelerar a etapa de tabulação e processamento efetuada no escritório. Um exemplo do uso de dispositivos móveis para coleta de dados foi o Censo 2010, feito pelo IBGE. Essa aplicação é considerada a primeira operação completamente digital em grande escala – atingiu quase 200 milhões de habitantes –, e foi reconhecida e premiada por organismos internacionais (IBGE, 2010). Outros exemplos incluem sistemas desenvolvidos para questionários da área médica  e testes comparativos entre coleta de dados usando métodos tradicionais em papel e em dispositivos móveis. Nesses testes, os autores verificaram que os dados coletados das duas formas não apresentaram diferenças (concordância maior que 95%), e que anotações feitas utilizando dispositivos móveis têm a vantagem de agilizar a tabulação dos dados. Aparelhos mais modernos apresentam novas formas de inserir dados textuais e, além disso, hoje em dia, a utilização de tais tecnologias é mais difundida. Dessa forma, a coleta de informações textuais está mais fácil, e pode substituir, com vantagens, o papel e lápis.

 

Share This:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>